Universitários europeus aprendem na Efacec

A Universidade do Minho está a coordenar a 1ª edição do curso intensivo “Innovation and Creativity for Complex Engineering Systems” (ICCES 2012) que envolve investigadores da Efacec e de nove universidades europeias. O curso decorre até dia 17, nas instalações fabris da empresa, e visa confrontar as equipas multidisciplinares de alunos de doutoramento com problemas industriais reais, para que sejam apontadas soluções inovadoras e propostos planos de investigação. Os 20 alunos que participam no curso provêm de Portugal, Espanha, Dinamarca, Eslovénia, Rep. Checa, Finlândia, Iraque, Brasil e Índia, o que lhe confere uma dimensão multi-cultural muito diversificada.

Este curso intensivo, patrocinado pelo programa Erasmus, é coordICCES2012 family photoenado por João M. Fernandes, professor catedrático do Departamento de Informática / Centro Algoritmi da UMinho. A sessão de abertura contou com o presidente da Comissão Executiva da Efacec, João Bento, e o pró-reitor da UMinho para a Investigação, Vasco Teixeira. A academia minhota está representada com alunos e professores de cinco departamentos da Escola de Engenharia: Informática, Produção e Sistemas, Eletrónica Industrial, Sistemas de Informação e Engenharia Mecânica. O curso inclui workshops, sessões de trabalho, mostras de tecnologias existentes e em desenvolvimento, visitas às instalações e contactos com quadros técnicos e de I&D da Efacec. Os problemas propostos pela empresa estão relacionados com o controlo e a gestão de energia através de sistemas SCADA, o armazenamento de energia proveniente de fontes renováveis e o desenvolvimento de software para simular sistemas logísticos e de transporte. 

A Efacec e a UMinho mantêm há vários anos um protocolo de cooperação científica, tecnológica, de formação avançada e de recursos humanos. A Efacec é uma das maiores empresas portuguesas de engenharia, detendo e desenvolvendo as mais avançadas tecnologias e competindo nos mercados internacionais com multinacionais de renome, liderando inclusive em domínios das energias renováveis, da eletrotecnia, da eletrónica  e dos sistemas de informação industriais.
Share this on: