Pedro Arezes, professor da UMinho, é diretor do Programa MIT Portugal

Pedro ArezesO professor catedrático Pedro Arezes, da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, é o novo diretor do Programa MIT Portugal. O anúncio foi feito esta manhã, na conferência anual deste Programa, que está a decorrer na UMinho, em Braga, e assinala os dez anos da iniciativa. Pedro Arezes vem substituir Paulo Ferrão, que deixou estas funções para assumir a presidência da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Em conjunto com o diretor do Programa no MIT (Massachusetts Institute of Technology), Bruce Tidor, Pedro Arezes terá como principal desafio preparar uma proposta competitiva para a renovação do Programa para uma terceira fase, a iniciar em 2018.

Pedro Arezes fez o doutoramento na UMinho e pós-doutoramentos na TU Delft (Holanda), MIT e Harvard (EUA). É visiting fellow no AgeLab do MIT e professor convidado nas universidades do Porto, Pernambuco (Brasil), Politécnica de Madrid (Espanha) e Tecnológica de Chalmers (Suécia). É diretor do Laboratório de Ergonomia da UMinho desde 2003 e investigador do Centro Algoritmi, onde coordena o grupo de Ergonomia e Fatores Humanos. É também diretor do programa doutoral Líderes para Indústrias Tecnológicas do MIT Portugal e coordenador na UMinho da área EDAM (Engenharia de Conceção e Sistemas de Fabrico Avançados).

O Programa MIT Portugal é uma parceria entre cinco universidades portuguesas — Lisboa, Nova de Lisboa, Coimbra, Porto e Minho –, o MIT, a FCT e empresas. Foi criado em 2006 com o objetivo de fortalecer a base de conhecimento do país, o empreendedorismo de origem científica e a competitividade internacional através de investimentos estratégicos em pessoas, conhecimentos e ideias inovadoras. Neste âmbito, já ingressaram nas academias nacionais 958 alunos, foram criadas mais de 85 start-ups e financiados projetos em ligação com a indústria e com foco no desenvolvimento sustentável.

Share this on: