Morgana Andrade é a mais recente investigadora ALGORITMI doutorada

2018_12_10_Defesa Tese_Morgana_AdradeTema da Tese: Interoperabilidade semântica entre repositórios digitais científicos: um perfil de aplicação de metadados baseado nas necessidades de informação em Oncologia.
Autor (a): Morgana Carneiro Andrade
Programa Doutoral: Programa Doutoral em Tecnologias e Sistemas de Informação (PDTSI)
Orientador (a): Ana Alice Rodrigues Pereira Baptista
Data de Defesa: 10/12/2018

Resumo:
Introdução: O acesso à informação no domínio da Oncologia tem demonstrado ser fundamental
para as investigações e o atendimento médico, notadamente as informações científicas
armazenadas em sistemas de informação, a exemplo das bases de dados bibliográficas e dos
repositórios digitais científicos. Os repositórios, embora consolidados como alternativa para o
armazenamento e o acesso livre às publicações científicas, ainda não atingiram um nível de
interoperabilidade semântica que assegure uma descoberta eficaz dos recursos ali armazenados. A
interoperabilidade semântica entre os sistemas de informação requer o estabelecimento de padrões,
especialmente em relação à descrição dos recursos e seus conteúdos. Nesse sentido, há
recomendações que esses padrões, assim como regras e elementos de metadados, sejam descritos
por meio de perfis de aplicação de metadados e, posteriormente, disponibilizados por esses
sistemas. Este estudo se refere às boas práticas dos metadados, que inclui o perfil de aplicação, à
interoperabilidade semântica, às diretrizes Linked Data; aos repositórios digitais científicos e às
necessidades de informação de investigadores e médicos no domínio da Oncologia.

Objetivo:Identificar tipos de necessidades de informação de médicos e investigadores no domínio da
Oncologia, de modo a subsidiar o desenvolvimento de um perfil de aplicação de metadados para
repositórios digitais científicos. Metodologia: Foi adotado o Design Science Research, que incluiu
o desenvolvimento de análises sistemáticas de documentos e publicações científicas, obtidas por
meio das pesquisas bibliográfica e documental (documentos obtidos em sites e bases de dados
bibliográficas); survey com administradores de repositórios digitais científicos, para identificação de
perfis de aplicação, esquemas e elementos de metadados utilizados por repositórios digitais
científicos; estudo de caso (aplicação de survey entre médicos e investigadores em Portugal, para a
identificação de tipos de necessidades de informação); e a técnica Delphi, realizada em duas rondas,
para validação dos resultados que integram o perfil de aplicação de metadados concebido a partir
de tipos de necessidades de informação. Esses tipos de necessidades de informação foram
traduzidos em classes e propriedades submetidas à análise de bibliotecários que atuam em
recuperação, tratamento, organização e disseminação da informação no domínio da Oncologia.

Conclusão: Os estudos realizados no contexto desta tese convergiram para a identificação de tipos
de necessidades informacionais associadas aos médicos e investigadores que atuam no domínio da
Oncologia, que proporcionou um conjunto de elementos de metadados utilizados no
desenvolvimento de um perfil de aplicação de metadados voltado para repositórios digitais científicos
(Onco-MAP). O perfil de aplicação, além de incluir elementos de esquemas de metadados já
existentes, exigiu a criação de novo esquema de metadados, denominado Onco.

Share this on: