Centro ALGORITMI marcou presença na conferência promovida pela IDESCOM


A Associação Informação Desenvolvimento Comunicação (IDESCOM), que tem por missão promover a cooperação entre pessoas, empresas e entidades institucionais, nacionais e comunitárias, para a integração socioeconómica e cultural de diferentes sectores da população, promoveu, no passado dia 6 de dezembro, na Associação Empresarial de Portugal (AEP), em Matosinhos, a conferência denominada “Estratégias Sustentáveis de Formação Vocacional para os Desafios do Futuro. Case Study: a indústria automóvel no contexto europeu-skills, mobilidade e emprego.”

Debater necessidades e respostas específicas de formação para a indústria, em particular, na indústria automóvel dada a relevância que assume na Europa, foi o objetivo principal da conferência.

O projeto europeu DRIVES – Development and Research on Innovative Vocational Educational Skills – foi o case study no evento, dado o propósito primordial em encontrar estratégias sustentáveis de formação para o emprego no setor automóvel. Criado no âmbito do programa comunitário Erasmus+, com duração de 4 anos (2018-2022), o projecto DRIVES reúne 11 países da União Europeia e 24 parceiros que estão a ajudar a formar futuros trabalhadores da indústria automóvel. Em Portugal os parceiros operacionais são Universidade do Minho, através do centro de investigação ALGORITMI, o Instituto Politécnico de Viseu e a associação sem fins lucrativos IDESCOM.  O município de Mangualde, a AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e o grupo de produção de interiores Antolín são outros dos parceiros.

José Machado, Diretor do Centro ALGORTIMI e responsável pela parceria entre o projeto DRIVES e a Universidade do Minho, foi um dos oradores convidados.

Share this on: