Carlos Alfredo Viviani González finaliza o seu Doutoramento

Tema da Tese Antropometria da população trabalhadora adulta e as suas implicações num contexto ergonómico

Autor:  Carlos Alfredo Viviani González

Programa Doutoral: Programa Doutoral em Engenharia Industrial e de Sistemas

Orientadores:  Pedro M. Arezes; Héctor I. Castellucci

Data: 25/6/2020

Abstract: A antropometria é altamente relevante para projetar ambientes e produtos mais seguros e sustentáveis. Os dados antropométricos dos trabalhadores chilenos tinham mais de duas décadas, portanto, eles poderiam estar desatualizados principalmente devido à tendência secular. O objetivo desta tese foi estudar a antropometria da população trabalhadora chilena, abordando o crescimento secular, incorporando métodos de verificação de erros, permitindo obter informações precisas para o desenho. A metodologia pode ser dividida em duas partes. A primeira incluiu uma revisão de literatura para identificar como os levantamentos antropométricos abordavam os métodos de correção de erros. A segunda foi o trabalho de campo, onde foram recolhidas 32 medidas antropométricas de 2.946 trabalhadores. Os resultados mostram que, com exceção dos relatórios técnicos, os artigos revistos por pares abordam os métodos de teste e de erro de forma relativamente fraca, em particular no que diz respeito à identificação das fontes de erro, assim como quanto à formação dos avaliadores, aos instrumentos utilizados e à própria dimensão das amostras. Mais atenção deve ser dada aos procedimentos utilizados. As tabelas antropométricas apresentadas devem ser usadas para selecionar produtos para trabalhadores chilenos, pois evidenciam diferenças significativas quando comparadas com outras bases de dados semelhantes, reforçando a necessidade de usar dimensões específica de população. Os trabalhadores chilenos experimentaram uma tendência secular positiva, especialmente em relação ao peso e altura. As mulheres experimentaram um aumento de estatura que quase duplicou o dos homens, onde a redução da desigualdade de gênero foi associada a um menor dimorfismo da altura. Tal facto pode ser atribuído a melhores condições de vida, programas sociais e mais acesso à educação. Outras dimensões segmentares usadas no design de assentos e tarefas industriais aumentaram, reforçando a necessidade de rever destas bases de dados. A frequência do ensino superior não está mais associado a ser mais alto no Chile; portanto, outras variáveis devem ser incluídas para estabelecer o contexto socioeconômico. As recomendações para o design de cadeiras de escritório estavam desatualizadas e não incluíam novos conceitos como assentos dinâmicos, onde os padrões internacionais não produzem níveis adequados de correspondência. É necessário usar equações que considerem o sedente dinâmico, que podem ser obtidas através do uso de um assento com inclinação para frente ou cadeira de sela alta acoplada a mesas ajustáveis em altura. Pela primeira vez, são apresentadas recomendações para o desenho de postos de trabalho e tarefas a nível industrial destinadas aos trabalhadores chilenos. Os procedimentos para calcular a percentagem de match para uma população específica com dados resumidos demonstram ser valiosos para resolver problemas comuns de projeto. Essas recomendações de projeto devem ser em testadas no terreno, considerando medidas campo para medidas objetivas e subjetivas.

Palavras chave: antropometria, Chile, crescimento, projeto, secular

Share this on: