Ana Ferraz, vence a final mundial da Microsoft Imagine Cup

Ana Ferraz, mestre em Bioinformática e doutoranda em Engenharia Eletrónica e Computadores na Universidade do UMinho, venceu a final mundial da Microsoft Imagine Cup (categoria Cidadania), que se realizou na passada semana em São Petersburgo, na Rússia, e que lhe valeu um prémio de 50 mil dólares.

A também investigadora do centro Algoritmida UMinho já tinha superado a final nacional deste concurso, considerado a maior competição mundial de tecnologia para estudantes universitários, tendo-se destacando entre os mais de 200 concorrentes.

For a Better World consiste num dispositivo portátil que permite determinar o grupo sanguíneo em menos de cinco minutos Rápido, eficaz e mais barato este produto é bastante útil sobretudo para os casos de emergência médica

For a Better World consiste num dispositivo portátil que permite determinar o grupo sanguíneo em menos de cinco minutos
Rápido, eficaz e mais barato este produto é bastante útil sobretudo para os casos de emergência médica

O trabalho vencedor, intitulado “For a Better World“, consiste num dispositivo portátil que permite determinar o grupo sanguíneo em menos de cinco minutos, através do recurso de técnicas de processamento de imagem. Face à sua rapidez, baixo custo, simplicidade e facilidade de transporte, é um instrumento muito útil em casos de emergência médica, reduzindo os riscos de incompatibilidade e o erro humano, nomeadamente em transfusões. Os resultados também podem ser facilmente partilhados com hospitais e laboratórios.O projeto de Ana Ferraz, orientado pelos professores Vítor Carvalho e Filomena Soares, venceu também a nível global no Imagine Cup Portugal e deu direito a um prémio de 3000 euros. Na competição nacional o segundo lugar coube a Tiago Fernandes, da Universidade do Porto, com a plataforma Taggeo (vencedor na categoria Inovação) e o terceiro lugar foi para uma equipa da Universidade da Beira Interior pelo jogo de plataformas Kieran’s Journey (vencedora na categoria Jogos). O júri foi presidido por José Fernandes (Microsoft Portugal) e constituído por Catarina Seixas (Fundação EDP), Tiago Cardoso (FCT-UNL) e Lourenço Medeiros (SIC).

O Imagine Cup é promovido anualmente pela Microsoft com o obetivo de estimular os jovens de todo o mundo a refletir sobre possíveis formas da tecnologia ajudar a responder a problemas concretos da humanidade, desde a saúde a educação e ambiente. Todos os anos esta competição mobiliza cerca de 350 mil jovens em todo o mundo e envolve mais de 100 países. Em 2012, o terceiro lugar também veio para Portugal.

fonte: http://noticias.universia.pt/destaque/noticia/2013/07/18/1037098/ana-ferraz-investigadora-da-uminho-venceu-final-mundial-da-microsoft-imagine-cup.html

Share this on: